Warning: preg_match(): Allocation of JIT memory failed, PCRE JIT will be disabled. This is likely caused by security restrictions. Either grant PHP permission to allocate executable memory, or set pcre.jit=0 in /home/logg2l/public_html/wp-includes/load.php on line 46 motoristas – G2L Logistica

5 dicas de saúde para caminhoneiros

Por Redação |

O dia a dia dos caminhoneiros é marcado por inúmeros desafios. Seja ao enfrentar os perigos das longas jornadas em um trânsito violento ou conviver com as grandes burocracias que geram esperas desnecessárias. Além disso, a vida em constante deslocamento também é marcada por muitos sentimentos — bons e ruins —, como o amor pelas estradas, as incertezas do cotidiano e a saudade da família.

Em qualquer cenário, profissão, gênero ou idade, os cuidados com a saúde física e mental são essenciais, principalmente no caso dos caminhoneiros e caminhoneiras. O tempo que passam sentados dirigindo e aguardando carregamento, ou os impactos psicológicos provocados pelos ofícios da profissão demandam atenção redobrada.

A pesquisa mais recente da Confederação Nacional do Transporte (CNT) sobre o Perfil dos Caminhoneiros mostra que pressão alta (18,1%), problemas de visão (17,1%), dores de cabeça (15,2%), problemas na coluna (15,1%) e estresse (11,75) são os cinco sintomas mais frequentes entre os motoristas. 

Sabemos que pequenos hábitos saudáveis, quando aplicados ao cotidiano, podem fazer uma grande diferença a longo prazo, como eliminar dores físicas, melhora do humor, mais atenção nas estradas, maior capacidade de reflexo motor e muitas outras funções que geram qualidade de vida ao motorista e contribuem para um trânsito mais seguro.

Elisangela Felix, enfermeira do trabalho na G2L, abre a semana de conteúdos sobre saúde aos caminhoneiros

Por isso, separamos algumas dicas úteis de saúde que podem ajudar você, motorista, a desenvolver hábitos mais saudáveis, garantir seu bem-estar e segurança nas estradas

1 – Cuidado com a postura

Em algumas profissões e atividades, é comum que as pessoas fiquem sentadas durante horas— como é o caso dos motoristas. Manter seu corpo em uma mesma posição pode ser ainda pior quando não há preocupação com a postura. A longo prazo, uma postura ruim pode acarretar uma série de problemas futuros para a coluna.

Por isso, evite deixar as costas afastadas do banco, principalmente a região lombar. O ideal é ficar em um ângulo próximo a 90 graus. Prestar atenção nos detalhes pode fazer a diferença para sua saúde, como manter os ombros relaxados, distribuir seu peso corretamente e — sempre que possível — aproveitar as paradas para alongar as costas.

2 – Faça alongamentos e exercícios

Alongamentos e exercícios físicos ajudam a prevenir uma série de problemas musculares e circulatórios que podem ser agravados pelo tempo considerável que os motoristas passam sentados enquanto fazem suas entregas.

Uma boa opção é usar as próprias partes do caminhão, como rodas, quinas da carreta e portas para ajudar no alongamento. Exercícios como abdominais e corrida no tempo livre pode ajudar, e muito, a combater dores na lombar e problemas respiratórios. É sempre bom começar de forma leve e aumentar a intensidade gradativamente.

3 – Durma bem

Sabemos que a qualidade do sono e da alimentação, assim como o nível de estresse e cansaço, impactam profundamente a performance do motorista. Atenção prejudicada e oscilações de humor são algumas das consequências mais comuns que, quando combinadas, podem ser fatais. 

Então planeje sua rotina para realizar pausas regulares e em locais que possam oferecer uma boa qualidade de sono. A prioridade não deve ser chegar rápido, mas chegar bem. Com o sono em dia, acidentes são evitados, as cargas são entregues e todos voltam para suas casas em segurança. Respeite seus limites e tempos de parada. 

4 – Mantenha uma alimentação saudável e periódica 

O Perfil dos Caminhoneiros, mapeado pela CNT, mostra que a maioria dos motoristas estão acima do peso ideal. Ao medir o Índice de Massa Corporal (IMC), 42,9% dos motoristas estão acima do peso e 27,5% com obesidade I. Apenas 17,4% apresentam índices equilibrados de IMC.

Além da atividade física, a alimentação também influencia muito no controle de peso, além de fatores como aumento nos índices de colesterol no sangue. Por isso, evite comidas muito gordurosas, monte pratos coloridos e se programe para comer com uma frequência adequada para seu gasto calórico. Assim como comer o tempo todo, ficar muitas horas sem comer também faz mal ao seu organismo.

5 – Cuidado com o estresse

O trânsito e as longas esperas podem levar os caminhoneiros e caminhoneiras ao estresse extremo. Então, se você se sente cansado e estressado, tente reservar um tempo do seu dia para dispersar a mente, ouvir música, respirar profundamente ou praticar alguma atividade como forma de lazer. Uma boa opção é utilizar aplicativos de trânsito no seu celular para descobrir quais trajetos têm menos congestionamentos e menos acidentes. 

E somado a isso, se possível, faça terapia. Infelizmente, a pesquisa da CNT mostra que 96,4% dos motoristas nunca buscaram ajuda profissional para problemas psicológicos. Entre os que já buscaram auxílio psicológico, a depressão (57,9%), irritabilidade constante (31,6%) e baixa autoestima (18,4%) são os problemas mais comuns. Importante lembrar que a busca por ajuda profissional não significa demonstrar fraqueza.

Algumas dicas complementares são: utilizar filtro solar, principalmente no rosto e nas regiões dos braços que ficam expostas ao sol; sempre levar um kit de primeiros socorros no caminhão; evitar a automedicação; higienizar as mãos e superfícies de contato frequentemente; e realizar exames periódicos e preventivos.

Pedro Andrade, Supervisor de Saúde Segurança e Meio Ambiente na G2L, acredita que quando falamos de bem-estar, temos que pensar na somatória de diversos fatores que influenciam diretamente no dia a dia dos caminhoneiros. “Precisamos garantir um ambiente salubre para os nossos motoristas, contribuindo para que tenhamos, além de profissionais qualificados, agentes multiplicadores de atitudes seguras e que coloquem sempre a vida em primeiro lugar”.

E aí? O que achou das nossas dicas de saúde para caminhoneiros? Muitas delas podem ser usadas e adaptadas não apenas para os motoristas, mas para todos. Melhorar sua qualidade de vida é um investimento em você e no mundo ao seu redor. Se você gostou desta publicação, compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas possam conhecer essas dicas e seguir com a gente #NaRotaDoFuturo!